Centro de Hemodinâmica do Hospital realiza procedimento inovador


O Hospital Adventista de Manaus conta com um moderno e completo Centro de Cardiologia Intervencionista – Hemodinâmica, e no mês de março realizou um procedimento, que se configura como uma das formas mais modernas de tratamento referente a doenças cardíacas. A técnica é um procedimento minimamente invasivo para implante de uma prótese aórtica sem retirada da valva nativa. Podendo ser chamada de substituição percutânea da valva aórtica (TAVR, Transcatheter Aortic Valve Replacement) ou implante percutânea de válvula aórtica (TAVI, Transcatheter Aortic Valve Implantation).

O primeiro implante da TAVI realizado no mundo foi no de 2002, e a técnica foi introduzida no Brasil em 2008. Contudo, na região do Amazonas, é considerado baixo o número de casos registrados nos últimos anos. A intervenção é indicada para o tratamento da estenose aórtica, principalmente em idosos com alto risco da cirurgia convencional. O cardiologista intervencionista do hospital, Rizzieri Gomes, contou detalhes de como funciona o procedimento. “ Um pequeno cateter (tubo longo e flexível) é introduzido pela artéria femoral (virilha), através de uma pequena incisão, assim a nova valva é conduzida ao coração para o implante. Uma intervenção sem a necessidade de abrir o tórax, sendo guiada por equipamentos modernos de imagens ”, completa.

O cirurgião cardiovascular, Anderson Terrazas, reforça que o procedimento além de ser algo inovador, visa proporcionar uma melhor qualidade de vida para as pessoas. O avanço tecnológico vem contribuindo com técnicas cada vez menos invasivas, favorecendo uma recuperação cada vez mais precoce.

A instituição acredita que a tecnologia aliada a uma equipe multidisciplinar especializada permite que novos procedimentos sejam realizados, visando o bem-estar de cada paciente.